domingo, 30 de agosto de 2009

Poema transgênico

Deus criou a natureza,
E a natureza era perfeita!

Deus criou o homem,
E o homem era perfeito!

E o homem por sua ação,
Tornou-se imperfeito!

O homem mexeu na natureza,
O homem criou nova natureza,
Como poderá ser ela perfeita?

14 comentários:

BalDocas disse...

É dificil voltar a natureza ser perfeita;
Acredito que quanto mais o homem mexe na natureza, mais imperfeita ela ficará...
Tudo aquilo que o homem mexe...toca...muda, nada volta a ser como antes...perfeito.

Um beijo e boa semana

Flávia disse...

Nós nunca devíamos esquecer que precisamos da natureza, mas a natureza não precisa da gente!!
Abraços perfeitamente carinhosos e uma ótima semana.

exoticlic.com disse...

tem coisas que não deveriam ser tocadas! tocadas para serem destruídas

Almerinda disse...

Olá, Gilberto!

Lindo poema...O homem brinca de ser Deus?! Com certeza, além da imperfeição, destruição. Triste...

Forte abraço

HSLO disse...

Cada vez mais tudo na natureza deixa ser natural.

Gostei do post, viu.

abraços

Hugo

Andrea Berger disse...

Ola Gilberto, muito obrigada pela sua visita e pelos comentários.
Me surpreendeu o texto do teu perfil, são poucos o que ousam ser sinceros...
Abraços

Karnel disse...

Enquanto a humanidade,
Não souber admitir seus erros,
Deixar de julgar os outros,
Invez de si mesmos,
A perfeição é apenas uma palavra imperfeita.!

Regina disse...

Querido Gilberto!!

Prefiro acreditar que tudo seja perfeito!

Se não for perfeito, busquemo-la!!

Ofereci um selo para você lá no "Devaneios"... Sei que você não costuma postá-los, mas fica o registro aqui do carinho e respeito que tenho por seu blog...

Grande beijo, tenha uma linda semana!!

Cris disse...

O homem só não muda por dentro, eterno insatisfeito.

.Lis disse...

"...A Terra tinha forma e beleza. E o homem habitava nela . E disse o Homem: Edifiquemos prédios neste lugar: e construiu cidades e encheu a Terra com aço e concreto.
Olhou as água dos rios e mares e dise: Joguemos nossos refugos nas águas para acabar com o lixo. E assim fez. E as águas ficaram poluídas,pra sempre.
Viu que as florestas eram exuberantes. E disse: Serremos madeira para as nossas casas e cortemos lenha para nosso uso. As árvores foram desaparecendo e a terra se tornando árida.
Os animais corriam livremente pelos campos e brincavam ao Sol. E disse: Enjaulemos os animais para nosso divertimento e os matemos por esporte.
Expirou o ar da terra. E disse: Espalhemos nossos detritos pelo ar, pois os ventos os dissiparão e impregnou de fumo e gases.
Ouvindo as muitas línguas e vendo as diferenças raciais, disse: Façamos grandes máquinas para destruir estes ,antes que nos destruam. E construiu enormes máquinas e teve inicio as guerras.
Aí , nunca mais descansou. E houve grande desarmonia entre os homens. "
Gilberto,achei que combinava com seu texto e resolvi subscrever.
Meio longo,mas exato o que estamos fazendo cm a natureza,nao?
Abraços

*Adriana* disse...

O problema do homem, é que ele ~"não quer se lembrar que está aqui de passagem", buscam de todas as maneiras viver mais, terapias, alimentação, etc. Nada adianta, o destino é um só...o pó. Se fôssemos conscientes, poderíamos até melhorar algumas coisas, mas não estragar.
Beijos
Adriana

Maria Izabel Viégas disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Maria Izabel Viégas disse...

Mas amigo querido...
Deus, generoso e protetor, também mandou anjos que nos avisassem do Mal que estamos fazendo.
E fez nascer muitas criaturas com a alma bela, daquelas que mesmo na indignação...a fazem com tal energia benéfica...que acrescenta luz!
E vc, amigo, é uma destas pessoas-anjos lindas!
Amigo, tem um selo para seu blog no "Memórias".
É um Selo de Ouro.
E está na medida para vc e seu Blog, ambos Ouro do maior quilate!
beijos no seu lindo coração!

* Apaguei o comentário anterior pois continha erros, sorry!

Mahria disse...

Nossa! Perfeito.

Bjinhos
Mah