quarta-feira, 30 de setembro de 2009

HAKUNA MATATA


Mochila nas costas,
Coturno nos pés,
Pés no chão,
No chão do caminho
Que fiz para mim!
O sol vai comigo,
Ilumina meus passos,
Minha passagem.
Tomo um gole de fresca água,
Um pássaro sobrevoa minha cabeça,
Leva com ele meus pensamentos.

(Quais são meus pensamentos?)

Esta é a minha grande dádiva,
Não tenho mais pensamentos,
Não tenho mais preocupações,
Isto é para os sedentários...
Eu vivo o dia de hoje,
E viverei o dia de amanhã
Se amanhã pela manhã acordar...
Então, tudo o que for de amanhã,
Será resolvido na sua hora...
Não antecipo nada!
O caminho a seguir...
O que beber...
O que comer...
Por hoje estou bem, e pronto!
E, se por um acaso,
O amanhã existir
Somente dentro de uma promessa
De acontecimento...
Não vivo de promessas...

Estarei com o Criador, então!
Ai sim! Não terei mais preocupações...

Um comentário:

Fatima disse...

Ai a gente vai repetindo, repetindo até virar verdade, não é assim?
Bjs.