domingo, 20 de setembro de 2009

UMA CARTA PARA MIM


Gilberto

Sei que neste momento és sozinho, sente-se um Daniel entre os leões esquecido pelos anjos. És uma ilha chamada aflição, cercada de águas de sofrimento por todos os lados. A dor te tomou em seus braços e te embala como se fosses tu seu preferido. Em tua cabeça todos os pensamentos são bizarros, pensas em saídas, mas as portas estão todas fechadas, as costas de todos se lhe voltaram.

Eu me lembro de você, quando a poesia ainda te sorria com lábios macios feito veludo, quando olhavas para todos os lados e as flores brotavam ao teu toque de Midas. Tu se sentias poderoso, soberano, e acreditavas que o tempo era um quintal que tu conhecias e dominavas por completo. Arrogante teu pensamento, meu amigo! O tempo, já te disse isso outras vezes, é senhor de si próprio. Ele não admite desaforos, e sempre cobra um preço daqueles que o subestimam – Você o subestimou, meu querido, você o subestimou, é a hora de pagar seu preço.

Porem, acredites quando te digo que o sofrimento nunca será grande o bastante que nunca termine, assim como as alegrias não são tão pequenas que não tenham forças para te alcançar. Tudo é um grande ciclo, as lagrimas de hoje serão os sorrisos do amanhã. Somente te peço para que perseveres, que tenhas esperança, que tenha a obstinação necessária para encontrar as soluções para todos os seus problemas – elas virão, elas virão, tenhas certeza, assim o te digo.

O importante agora é alimentar seus sonhos, ainda que sejam novos como a flor que acabou de desabrochar, não sacrifique em holocausto teus desejos todos neste altar de desesperança.

Eles estão ai, todos eles, estas hienas e leões para devorarem teu coração. Tens uma parcela de culpa nesta situação, mas os maiores pecados não foram teus, sabemos ambos disso. Mas, não importa, caça as bruxas agora não irá ajudar em nada. Teus pensamentos devem se voltar para você mesmo, e para as buscas que deveras fazer. Tens tudo o que precisa ai contigo para mudares tua situação, baste que concordes comigo, que sepulte essa compaixão de você mesmo e encare seus inimigos todos que, a bem da verdade, não são esses canibais impiedosos que te rodeiam – teus maiores inimigos é a descrença, o pessimismo, esta auto-compaixão que te consome.

És forte, trabalhador, honesto, otimista, leal, e sempre derrotastes todos os problemas que te afligiram, desta vez não será diferente se levantares deste canto imundo, bater a poeira e saíres para fora – irás domar todos os leões, destruirás as hienas, irás vencê-los com tua energia e tua vontade de vencer. Tenhas a faca nos dentes, o sangue fervendo nas veias, que de teus olhos salte o brilho dos vencedores e tenhas a fé dos que sabem o que quer – nada irá te deter, nada, se assim o quiser.

Eu estou aqui, além de tudo, te olhando, uma atalaia torcendo para você, sou a prova viva de que iras transpor todos os obstáculos. Eu sangrei publicamente como você, e saí vivo para contar a história!

E, quando o novo amanhã chegar com suas novas perspectivas, estas novas possibilidades que tu criastes com tua vontade lhe fará vencedor, e estarei na primeira fila para te aplaudir.

Não sairás desta história mais rico, ou mais poderoso.

Mas te garanto, que depois de tudo isso, serás mais homem, digno e fiel aos seus valores.

Eis o teu grande tesouro, lute por eles – seus valores!

Eu quero estar sempre contigo!

Gilberto

14 comentários:

Mahria disse...

Substimar o tempo, é como substimar Deus. Porque ele é o Senhor do Tempo.
Mais desejo q Deus o Senhor de todas as coisas te traga de volta a poesia q te sorria e se perdeu dos seus lábios macios feito veludo...

Bjinhos em ti...
Mah

Renata Nogueira disse...

Gilberto, adorei sua carta!
Parabéns!!
Beijão

Mari Amorim disse...

Realmente,essa blogagem esta mexendo com as emoções,mas sempre ha um crescimento espiritual posterior.
um grande beijo
Boas energias
Mari

Nade disse...

História de superação encontrada aqui...
Se pudéssemos ser menos impulsivos, metade dos problemas não existiram. Mas já que existem, sabedoria e paciência para resolvê-los e, no fim, tudo dará certo, mesmo que não seja da maneira como queríamos...
Mas o importante disso tudo é ser feliz!
Adorei a sua carta, Gilberto!
Bjs, querido, e parabéns pela belíssima participação na blogagem da Elaine!

João Olavo-Traços de um homem disse...

Bela carta...cheia de verdades
Parabens
Abraços

Dalva disse...

Essa blogagem mexeu com nossos sentimentos... estou adorando participar. Parabéns pela postagem...

Também estou participando... Se puder, dá uma passadinha, gostarei da tua visita!

Bjs.
Dalva

Christi... disse...

Nossa, delícia ler sua carta..

bjs, lindo domingo aqui

Luciana disse...

Que linda tua postagem!
Kibon saber que ainda esta lutando.Que não se deixou mesmo em emio as aflições.
O dia chega logo viu,e com ele vem o sol.

A Madrasta Má disse...

Sincero e verdadeiro! Forte e persistente! parabéns! Felicidades! Bjinhos da Madrasta!

Fatima disse...

Eu tb quero estar sempre contigo, meu amigo querido!
Bjs

Elaine disse...

Gilberto,
Enquanto lia sua carta fiquei pensando em enviá-la para mim mesma e para alguns amigos, tamanha a força que ela transmite.
Muito linda a sua participação, obrigada.
Beijos.

.Lis disse...

Bela carta, Gilberto.
Cheia de verdades e intensa.Foi o que senti ao le-la.Parabens por participar da coletiva.
Abraços

Gorete . SoLua disse...

Gilberto, maravilhosa carta!
Adorei!

Doces beijos

Regina disse...

Querido Gilberto...

Vês que as respostas todas estão dentro de ti?!

Então, acredite, meu amigo... acredite mais em você...

Por tudo que és, por tudo que tens dentro deste generoso coração, não estás e jamais estarás sozinho... tenha sempre esta grande certeza...

Estarei aqui, sempre torcendo por ti!!

Força, paz, luz!!

Beijos!!