domingo, 20 de dezembro de 2009

SORRISO DE AMOR


Hoje acordei
Minha nudez refletiu no espelho,
Ao lado você se estendia,
Dormindo.
Vi nos seus lábios um sorriso!

Puxei o lençol suavemente,
Constatei também sua nudez.
Busquei na memória entorpecida
Pela sonolência, os momentos.

Ah! Os momentos...

Paixão...
Volúpia...
Beijos e abraços...
Intimidades reveladas...
Fazer amor...
Orgasmos...
Felicidade...

Suave, cobri-a novamente!
Deitei-me sem perceber
Que enquanto adormecia,
Um sorriso
(também!)
Nascia em meus lábios.

7 comentários:

Glorinha Leão disse...

Gilberto ,vc é de uma sensibilidade rara....a cada vez que te leio, sinto tanto sentimento!
Feliz da tua companheira ser amada tanto assim!
E, cada vez que deixa um comentário pra mim, me faz tão feliz!
Teus elogios me passam tanta sinceridade e verdade que fico até meio prosa, achando que sou escritora...
Escrevinhadora, é o que sou...pois escrevinho o que me vem a cabeça...e sai como uma enxurrada...o escritor burila, trata bem as palavras...isso quem faz é vc, eu só as deixo voar...
Beijos e um maravilhoso domingo para vc e os seus.

Fatima disse...

Oi meu querido amigo!
Vim desejar um Feliz Natal para vc e toda sua família e que o ano novo venha repleto de novas realizações.
Gosto muito de vc Gilbertomeuzinho.
Bjs.

Regina disse...

Gilberto, querido!!

Sentir um amor assim, em toda sua plenitude é o que nos faz feliz!! É o que nos move, é o que dá sentido à nossa existência...

Tenha uma linda semana!!

Beijo!

ROSANA VENTURA disse...

Passando para lhe dsejar um FEliz Natal, e um 2010 maravilhoso!
Que vc continue deixando nossa blogosfera mais bonita,e muito mais prazerosa de ler!
Lindo poema...
E linda musica que postou logo abaixo!
bjo

.Lis disse...

Oi,Gilberto
Obrigada pelas palavras,pelo agradecimen to, nem precisava,porque gosto imensamente de vir ler seus poemas , se demoro, é pelo tempo que as vezes nos engana a todos.
"Sorriso de Amor" ,mais um poema inspirado, na beleza dos corpos nus, e da beleza da amada. Adorei , de muita beleza.
Um lindo Natal.

Cris França disse...

que delicia ter momentos assim, meu amigo. bjs!

Manuela Freitas disse...

Gil
Que feliz deve ser a dona que está contigo! Ou é imaginação? Como dizia o Pessoa o poeta é um fingidor...sabes Gil tanta exaltação até pode deixar as meninas frustradas!...(lol)
Eu hoje estou para te espicaçar, mas gosto muito de ti.
beijinhos,
Manuela