quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

SE TU SOUBESSES O QUANTO EU TE AMO!


Ah! Se soubesses o quanto és por mim amada,
Não deixaria que as banalidades que nos
Cercam te desmotivassem e te esmorecesse.
Pois nós não somos nada mais na vida
Do que joguetes de um destino calculista e frio.


Ah! Se realmente soubesses o quanto és por mim amada,
E te visses pressionada por este mundo grande e selvagem,
Deixarias-te mergulhar em meu mundo,
Onde és nele a rainha, minha amada rainha,
E estais protegida deste mundo que
A pressiona e não te quer...


Ah! Se soubesses... Se realmente soubesses
O quanto és por mim amada,
Não deixaria que dificuldades lhe trouxessem infelicidade.
Porque tudo o que levamos de concreto desta
Vida é o amor e este você encontra em mim
Uma fonte inesgotável.
Um amor que te aquece nas noites de frio
E te refresca nos dias de muito sol.
Um amor que nada te cobra e tudo lhe dá.


Ah! Se soubesses.... Se soubesses o quanto
És por mim amada,
Jamais me deixaria assim tão só
E viria ser feliz do meu lado.

18 comentários:

Fatima disse...

Uai sô, conta tudo pra ela!
Brincadeirinha viu meu amigomeuzinho.
Bjs.

Valéria disse...

Amor platônico machuca...

Que o bom velhinho lhe de esse amor de presente. Lhe desejo um Feliz Natal!!!
BeijooO

Linda Simões disse...

Ai,ai...

Que amor assim é mágico!


Que AMOR é a chave de tudo...


Ame,ame,ame!



...


Bom vir aqui e encontrar tanta lindeza.



Beijoquinhas

Glorinha Leão disse...

Ui deu até saudades de ser amada assim...bons tempos em que se despertava amor feito esse no amado...o tempo vai passando, o amor se esquece dele mesmo...e um dia acordamos ao lado de alguém, absolutamente sós...
Tô tristinha hoje...me perdoe amigo...seu lindo poema me deu....saudades de mim....
Beijos

Nívea disse...

Ah se tu sobesses...

que lindo. sensivel, profundo e intenso!

parabéns!!!

Cris França disse...

Mon cher,

Beau poème et du sentiment.
Ce poème est une de ces choses que nous lisons et nous sommes imprégnés d'un sentiment égoïste pour nous de vouloir un amour comme ça ...
baisers

.Lis disse...

Oi,Gilberto
Muitas vezes complicamos tanto o amor.
Deixamos de expressar ou o nosso amor que não nos ouve?
São tantas as razoes pra nao ficares só , só a amada não percebeu rsrs
Lindo poema de amor.
meus abraços,Gilberto

Priscila Rôde disse...

Ela não sabe ou não enxerga? rs
O amor não é cego,
a falta dele,
nos cega!

Que Ela abra os olhos! rs


Belissimo! (Não canso de dizer...)

Sonia Schmorantz disse...

Natal...
É o mês de confraternização Agradecimento pela vida
Bênçãos ao filho de DEUS
União, amor, reflexão!

Que o bom velhinho traga um saco cheinho de paz,
harmonia, fraternidade
Que o gesto de ternura se estenda de várias mãos
Que ao som dos sinos
O amor exploda em toda direção!

FELIZ NATAL!
UM ANO NOVO DE FÉ E SUCESSO!

Ba. disse...

e acho que ninguém nunca vai saber o quanto o outro sente por tal, acho que ninguém nunca vai entender a dimensão das coisas. Nem o melhor entendedor, nem o mais amante!
e não fiquei só no 'se' as vezes o melhor e falar, e até mesmo se declarar. haha


e gostei ;*

Chica disse...

Te vi lá na Lys e vim conecer teu trabalho no blog. Lindo.Foi um prazer! abraços e tudo de bom,chica

Pelos caminhos da vida. disse...

Ah...se eu soubesse que esse blog era lindo teria vindo antes aqui.

Desculpe a invasão, cheguei aqui através de um poema seu que minha amiga Lis postou no blog dela, gostei muito, meus parabéns seus poemas são lindos.

Natal...

É o mês de confraternização Agradecimento pela vida
Bênçãos ao filho de DEUS
União, amor, reflexão!

Que o bom velhinho traga um saco cheinho de paz,
harmonia, fraternidade
Que o gesto de ternura se estenda de várias mãos
Que ao som dos sinos
O amor exploda em toda direção!

FELIZ NATAL!
UM ANO NOVO DE FÉ E SUCESSO!

Fica aqui o convite para conhecer o meu blog.

Fim de semana de luz.

beijooo.

.Lis disse...

Oi,Gilberto
Vai lá no meu cantinho e diga se gostou,"roubei" um dos seus lindos poemas, como prometi.
Feliz Natal , com abraços e beijos

sezany disse...

Q lindo este poema!!!

Deficiente Ciente disse...

Que romântico, meu amigo!! Fiquei encantada!
Como disse o Luciano, o seu blog é vicioso! Não tem como deixar de passar por aqui e ler seus poemas.
Quero aproveitar e desejar a você e a sua família, um lindo Natal!

Abraços!
Vera

Regina disse...

Belíssimo!!

Que poema mais sentido, mais vindo do fundo d'alma!!...

É de se suspirar!! rsrs...

Fascinante, como sempre!!

Meu querido amigo, que seu fim de semana seja igualmente belíssimo e fascinante!!

Beijo!

G I L B E R T O disse...

Lis, minha amiga e minha flor

Cheguei agora nesta minha casa virtual, vinha das atribulações rotineiras, das chateações que nos incomoda a todos sem distinção - demonios terriveis que nos incomodam e nos tiram o sossego. Entrei em casa com a alegria rotineira, nel mezzo del cammim tem me sido um prado paradisiaco onde encontro poesia e bons amigos e amigas (como voce, minha amiga!) e, eis que tu, anjo bom, tirastes de mim um sorriso - não desses sorrisos que nascem no rosto, protocolocares e cerimoniais, tirastes-me um sorriso do coração e da alma. Vir até aqui, um lugar que admiro tanto pela sensibilidade e pelo bom gosto e ver algo meu (nosso!) publicado aqui com tua chancela tornou-me uma pessoa imensamente feliz - hoje, acho-me mais poeta, acho-me mais amante do lirismo e das belas coisas da vida e tu és responsável por isso.

Agradeço os comentários elogiosos de tão seleta platéia que te visita, as loas deles não me enchem o peito de orgulho fútil e sem sentido, e sim, de responsabilidade, para buscar mais belas palavras e ajunta-las todas no mosaico dos versos.

Estou extremamente feliz e tu fostes o anjo bom que trouxeste esta felicidade e a semeastes em nel mezzo del cammim e em meu coração!

Espero poder retribuir esse carinho de alguma forma, algum dia, além de desejar que seja extremamente feliz com teu amado e teus filhos e todos os teus amigos!

a paz esteja contigo!

POST COMENTS

Copiei este coments do mesmo que fiz na página ddo blog da LIS ( o maravilhoso e sensivel FLOR DE LIS). Reproduzo este coments para reproduzir o agradecimento!

Aproveito para externar meus sinceros agradecimentos a todos que dedicaram a este poema doces elogios. Que Vossa generosidade seja recompensada com bençãos sem medida, meus queridos e queridas todos!

Gilberto
nel mezzo del cammim

Luciano Mourilhe disse...

Linda poesia Gilberto, você, como sempre, superando expectativas.

PS: Meu blog mudou para http://clausulapetrea.blogspot.com, siga por lá, pois o DIREITO EM UM SÓ LUGAR será desativado.

Abraços,
Luciano Mourilhe