terça-feira, 22 de dezembro de 2009

FRAGMENTOS DO DIÁRIO NUNCA ESCRITO POR MIM

Eu devia ter ficado em silêncio... Em silêncio...
Tão politicamente correto o silêncio... O silêncio!
Mas, aonde esconderia minha indignação, minha honra, o homem que sou?
No armário?
Na bolsa?
Deixaria em casa?

Eu devia ter ficado em silêncio... Em silêncio... Mas não fiquei!
Não sei mais o que é certo... Somente sei que consigo olhar-me no espelho agora e lá enxergo um homem!
Às favas o politicamente correto!
Às favas o calar-se!

6 comentários:

Manuela Freitas disse...

POr favor querido Gil, em silêncio não!?...
Beijos,
Manuela

Cris França disse...

se a gente faz so o que agrada os outros, acaba por se anular, por não se reconhecer mais diante do espelho.
se quiser um conselho, se é que isso se dá, aqui vai um bom:
- Fique do seu lado sempre!
mesmo quando vc errar, fique do seu lado, porque com certeza, não vai faltar quem te atire pedras, então meu amigo eu desejo de coração que vc sempre saiba ai dentro, que é onde importa.
que fez exatamento o que deveria fazer.
fiquem bem. bjs

Glorinha Leão disse...

Será que foi vc mesmo que escreveu ou terei sido eu?
Suas palavras caem como uma luva pra mim...falo o que não devo, quando devo, não falo...me exponho pra quem não conheço e me guardo pra quem deveria me mostrar...enfim...uma incógnita explícita!
Beijos, meu querido amigo virginiano!
Que seu Natal seja feliz e que 2010 sele de vez nossa amizade!
Boas Festas pra vc e sua família!

Cris França disse...

Meu amigo passa por aqui para te desejar os melhores votos de um natal de renascimento e um ano novo cheio de boas coisas. Um beijo grande!

Maria Izabel Viégas disse...

Amigo Gilberto ,
vim aqui para te desejar Dias felizes...e este é meu desejo: Que Deus te abençoe e atodos que amas!!!
E o que leio: você falando como eu?
Tinha dois Blogs, um o Memórias onde passo a minha práxis e tudo que amo: a espiritualidade.
Mas , no Viajantes...eu abria o meu portal de "observatório do Mundo" rss
Não consigo nem nos meios doutrinários deixar de ser este ser político que mora dentro de mim.
Não aceito injustiça social, não concordo com tanto desamor e desrespeito pelo ser humano e pelos animais... A natureza, enfim, sofre uma constante agressão ao mundo belo em que vivemos!
Mas...como acredito numa força supeior e que se aqui estamos é porque Deus precisa de "gente como a gente"!
Beijos querido e foi uma benção te conhecer!

Regina disse...

Querido amigo,

O "politicamente correto", às vezes, é incorreto!!

Se acreditas no justo e tens o devido embasamento e argumento, lute! Pode ser doloroso, penoso, muitas vezes pode custar caro, mas, ao final, tudo valerá à pena, tenha certeza!

Fique sempre bem, meu querido, não gosto de sentí-lo assim...

Beijo!