sexta-feira, 23 de outubro de 2009

NOITE!



Agora é noite!
E de noite enchi meus dias todos!
Os vesti,
Os paramentei,
Os perfumei, todos eles, de noite!
Na noite eu encontrei um espelho,
E nele me vi refletido!
Vi meu coração sorridente,
Minha personalidade,
Vi minha poesia brilhando
Feito estrela no céu negro.
Na noite vi refletida minha paixão,
E minha paixão ergueu-se
Como um obelisco dentro da noite,
Um totem a homenageá-la!
Eu amo a noite!
Sou parte dela.
Ela é meu elemento,
Meu melhor pensamento,
Meu mágico momento,
E, quando mergulho dentro dela,
Viajo para dentro de mim...


Agora é noite...
... E, se de noite
Enchi meus dias todos...
Exulto!
Comemoro!
Regozijo!
Eu me encontrei!


Foto: Olhares.com

4 comentários:

Manuela Freitas disse...

Muito interessante o teu poema, sabes eu também sou muito notívaga, na noite encontro-me melhor comigo própria, na noite abrem-se as luzes cá por dentro e vejo-me com mais discernimento.
Agradeço as tuas generosas palavras no meu blog, que me deram muito ânimo.
Um abração,
Manuela

Maria Flor! disse...

Enchi meus dias todos...
Exulto!
Comemoro!
Regozijo!
Eu me encontrei!

Que belo encontro, como é delicioso quando nos encontramos, mesmo que as vezes a noite seja prá de escura sem estrelas, mas sempre vem a lua dar uma espiadinha.
Lindo...Lindo!
Apaixonante!

Muita luz em suas inspirações!

Beijos da Flor!

p.s. sua visita e seus comentários me fez feliz, grata.

Cris França disse...

Amo a noite e a tudo que ela me remete
Amo a noite e tudo que ela me traz, ainda que ultimamente eu tenha estada ocupada demais para poder sentir a noite, quando o faço é um momento de raro prazer.
Beijos!

Regina disse...

Também gosto da noite... do silêncio da noite... do mistério da noite e dos lugares que ela me permite ir em pensamento!...

Lindo!!

Beijo!