segunda-feira, 29 de março de 2010

A GENTE SE VIRA...


Algumas frases surgem nas bocas das pessoas sem maiores arranjos ou pré-projetos, elas nascem naturais e causam abalos sísmicos na percepção e na vida das outras pessoas. São verdadeiros terremotos que sacodem as estruturas de quem as ouvem, elas estavam preparados para outras palavras... Queriam outras palavras...

Mas, as palavras têm vida própria, elas seguem seu curso e nada as detém depois que são pronunciadas. Causem estragos ou caricias, não se importam, elas passam por nossas vidas e deixam sempre suas marcas, para bem, para mal.

Naquele instante ele preparou tudo para ouvir qualquer outra coisa que, senão, “A gente se vira...”, foi esta a expressão inocente que a boca também inocente proferiu. E, no meio de tanta inocência, cravou-se com dardo fatal e poderoso sua auto-estima, seus estímulos, seu futuro numa parede de desilusão.

“A gente se vira...” poderia designar simplesmente um rodopio, um passo de dança, uma brincadeira infantil, mas não era, “A gente se vira...” naquele momento, naquele contexto, ia muito mais além, era cruel, era mortífero, sobretudo, porque não havia maldade, ou vontade de ser ruim, simplesmente, havia naturalidade e inocência. Estas qualidades podem ser mais terríveis que a própria inveja e o ciúme, quando ambas vêm na hora errada.

“A gente se vira...” ele escutou como “Tudo bem, a gente passa sem você...” ou “Não farás muita falta... Vamos em frente...” muito diferente do que gostaria de ouvir.

Talvez tudo tenha sido dito sem pensar muito, as pessoas deveriam industrializar as palavras, passá-las por vários filtros, mas não, a maioria prefere o modo artesanal de articulá-las e as emitem sem maiores questionamentos. Talvez... Talvez... o talvez ficou soando como se quisesse desculpar as palavras tão doloridas, advogando em causa delas, mas o “talvez” não possui força para apagar os “A gente se vira...” O “talvez”, simplesmente, joga o suplicio um pouco mais à frente enxugando as lágrimas de agora com um lenço falso de possibilidade de tudo ser diferente. Talvez não funciona de verdade, ele somente entorpece e, portanto, não ajuda.

Arrancou o “talvez” de seu coração, e abraçou o corpo que disse “A gente se vira...” e sentiu um abraço caloroso e um olhar brilhante se cravando sobre ele. Ela o amava, pensou, tentando encobrir “a gente se vira...” com o que sentia nesse carinho.

O que será mais forte, pensou, enfim...

As palavras? Um abraço?

Confiou no abraço... Em parte por comodidade, em parte por que seria mais coerente com ele próprio e sua sentimentalidade. As palavras se enganam às vezes, os sentimentos não se enganam jamais!

11 comentários:

Glorinha L de Lion disse...

Amigo, meu doce e querido amigo...sinto que anda sofrendo...se quer abraçar, abrace...se permita esquecer o que por vezes saiu sem pensar...falo por mim, pois muitas vezes ao falar, o que sai de minha boca é o que queria falar só naquele segundo, no instante imediato, não queria mais ter falado...A vida ensina, caro amigo...por isso, abrace, beije e esqueça o que não importa e o que não faz bem lembrar.
Um beijo do tamanho do mundo!

G I L B E R T O disse...

Glorinha, Glorinha!

Voce é pessoa linda, linda!

Orgulho-me de te-la como amiga!

Beijos em seu solidário coração!

GRato e grato pelo conselho!

ROSANA VENTURA disse...

"...as palavras se enganam ás vezes, os sentimentos não se enganam jamais..."
Que frase linda e verdadeira!
Nossa como eu amo passar por aqui.
Apelido teu Blog de Oasis...nem preciso explicar porque.
bjosssssssss

Maria das Graças disse...

Gilberto,
as palavras são palavras e nada mais... Não sei onde vi essa frase que considero uma verdade. As palavras podem ser vazias,as ações já são cobertas de significados traduzidos no abraço,no beijo ou mesmo nas lágrimas.
Como você bem disse:sentimentos não se enganam jamais...

Amigo,um afetuoso abraço.

Fatima disse...

Oi amormeuzinho,
o que eu posso te falar?
Vc é muito importante pra mim, vc sabe né?
Bjs.

Cris França disse...

tem gente que abraça
tem gente que separa

tem gente que beija
tem gente que bate

tem gente sonha
tem gente que sofre

a vida é cheia de extremo
a vida é cheia de paralelos

mas longe de sermos vítimas
somos donos de nossas próprias escolhas

eu so posso deixar aqui palavras
e torcer pra que elas te abracem por mim.

Força meu querido! vc é enorme! sei que vai se sair muito bem sempre.

beijos

G I L B E R T O disse...

Cris

Eu só posso deixar aqui palavras
E torcer para que elas te abracem por mim!


Soberbo!

Gostaria de ter pensado nesta frase para a crônica...

Zana

Doce e sensivel amiga, grato e grato sempre por tua visitas que são um balsamo para mim!

Dulce Maria

Minha amiga desde sempre, sabia e articulada!

GRato por sempre estares comigo, sempre, sempre!

Fatiminha

Voce é a pessoa mais solidária que eu conheço, tua preocupação para com os amigos é algo mais que tocante, devia ser copiado por todos! Te-la como amiga é um presente.

A todos voces, minhas amigas, tê-las por aqui é uma honra!


Beijos em vossos corações!

Miranda disse...

Oiie amigo, olha já ouvi coisas semelhantes, e posso entender o que tu sentiu, é como se não fossemos importantes. Uma peça a mais, e não A peça.
Concordo com a Glorinha, viva sem lembrar das coisas, ruins não somos dignos de enchermos nosso coração com tais sentimentos!;]

Vera (Deficiente Ciente) disse...

As palavras têm um grande poder, Gilberto. No entanto, é muito difícil falar "conscientemente", às vezes, escapa. Quem já não passou por essa situação?!
Agora, o abraço, o gesto de carinho, certamente, têm um significado muito maior do que as palavras.

Você é uma pessoa maravilhosa, meu amigo!

Beijos,
Vera

Mari Amorim disse...

Amigo
Feliz Páscoa!que suas esperanças sejam renovadas
Boas energias!
bjs
Mari:)

Sonia Schmorantz disse...

Páscoa...
É ser capaz de mudar, 
É partilhar a vida na esperança, 
É lutar para vencer toda sorte de sofrimento.
É ajudar mais gente a ser gente, 
É viver em constante libertação, 
É crer na vida que vence a morte.
É dizer sim ao amor e à vida, 
É investir na fraternidade, 
É lutar por um mundo melhor, 
É vivenciar a solidariedade.
É renascimento, é recomeço, 
É uma nova chance para melhorarmos 
as coisas que não gostamos em nós, 
Para sermos mais felizes por conhecermos 
a nós mesmos mais um pouquinho. 
É vermos que hoje...
somos melhores do que fomos ontem.
Feliz Páscoa!
Um abraço