domingo, 23 de novembro de 2008


Se queres saber como estou é tudo muito fácil, adorável!

Veja a semente lançada no solo que aguarda a chuva alimentadora!
Veja a rosa mais bela e sua espera angustiada pelo amante que a colherá para ser oferecida em um ato puro de amor!
As rosas sonham o amor, adorável!
Sou então sua rosa e sonho com seu amor!

Sem a sua chegada sou a noite sem lua,
Sou um dia de folga em uma praia sem sol.
Sem lua, não há poesia! Sem sol, não há sorrisos, Baby!
És lua e és sol, tudo habitando o mesmo corpo.

Sem sua chegada....
Sou a criança que vê outras brincarem da janela de um quarto!
Sou a brisa que sopra e que não encontra um corpo para refrescar...
Sou um corpo querendo se aquecer numa lareira sem fogo.
De que vale o calor sem um corpo para aquecer-se nele, Bella?

Sem você, por perto, sou a oração sem fé!
Sou a fé sem obras!
Sou obras sem amor!
Ao final, adorável, o que importa mesmo é o amor!

Sem você...
... Sou o sorriso de uma piada insossa!
... Sou o manjar devorado sem fome!
... Sou um pássaro preso em uma gaiola!

A liberdade maior é aquela que nos permite fazer tudo o que podemos fazer, Bella!

Mas, quando chegas, adorável, quando chegas....

... és alvorada!
... és crepúsculo!
... és ar para respirar!
... és água fresca de fonte!
... és fruta colhida do pé!
... és louvor que aprendi com os anjos!

Então venhas, adorável....venhas....faça alguém feliz!
Porque a felicidade, adorável, não é ter tudo quanto se deseja,
E sim, desejar firmemente tudo o que se pode ter!!!

E, tudo o que quero, é ser seu realmente!


Foto: Olhares.com

Um comentário:

lindinha disse...

Olá meu querido amigo...
Olha eu aqui de novo, caramba,muito lindo esse texto, parabens...
Só mesmo vc. com essa sensibilidade,para escrever coisas tão lindas!Espero sempre vir visitar esse blog e encontrar essas poesias,esses textos, sonetos enfim,amo esse blog!beijos...e de novo parabéns!