quinta-feira, 14 de outubro de 2010

POEMA ORIGINAL


De tudo o que vem de ti
Eu já sei quase tudo,
E o que não sei,
Suspeito e estou receptivo
Para aprender e conhecer.
Não tens mais saída, meu amor!
Sou tua benção,
E sou todas as maldições.
Sei o que pensas
Quando dás o primeiro sorriso,
Sei exatamente onde tocar
Para arrancar de teu corpo
O arrepio mais prolongado,
Meu beijo... Meu beijo...
Deixa teu peito ofegante
E aprecio toda a música
Que vem das notas do seu
Coração descompassado.
Teu olhar perdido
Querendo encontrar a razão
Em meio as minhas carícias mais
Delicadas e atrevidas,
Sei que pede socorro
Sei que deseja mais... mais...
Isso me encanta... me dá forças...
Eu te conheço, meu amor,
Sei de todos os seus sonhos,
Sei o que deseja
E como deseja,
E entrego todos os seus prazeres
Embrulhados neste pacote
Másculo e apaixonado.
Sou homem, meu amor,
Teu homem, e sabes disso,
E gostas disso!
Sabes que comigo nunca haverá
Retornos e saídas de emergência.
A queda em mim é para sempre,
Sou um poço sem fundo.
Sou intensidade,
Sou como sangue quente nas veias,
Sou o brilho no olhar da fera que mata,
Sou sempre como o último gozo.
Não conheço a mediocridade,
Sou feito do mesmo barro
Que moldou Adão
E te fiz da minha costela.
És a minha Eva...
Minha!!!
Num paraíso todo particular,
Onde a serpente
Assiste de camarote, domesticada.


Não tens mais saída, meu amor!
Se correres deste amor,
Ele te alcança.
Se ficares, ele te abraça tão forte
Que esqueces de ser você...
Benção e maldição, lembra-se?
Apaixonei-me por ti,
E te dou tudo o que tenho
E tudo o que tenho não é pouco
Porque tudo o que sou,
Tudo o que possuo,
Tudo o que desejo,
Tem sua origem em você,


Minha deliciosa Eva!

18 comentários:

Fatima disse...

Vc sempre tão lindo e tão talentoso!
bjs.

Chica disse...

Maravilhoso sempre,Gilberto!abraços,chica

Colecionadora de Silêncios disse...

Que lindo, Gilberto!

Que Deus abençôe este amor divino e, ao mesmo tempo, profano.

Na verdade, eu acredito que essa é a essência perfeita de um amor perfeito!

Beijos, querido.

Sonhadora disse...

Meu querido
Amor...sensualidade e um mar de desejo no teu poema.
naveguei no teu sentir.

Não tens mais saída, meu amor!
Sou tua benção,
E sou todas as maldições.

Lindo

Beijinhos
Sonhadora

Cria disse...

Grandiosa expressão !!!! Belo, poeta amigo !

Nátali Mikaela disse...

Quanto amor há em ti, caro poeta. Tenho gosto em ler tão belas palavras e sinceras.

Parabéns pelo texto, e pelo sentimento tão verdadeiro nele expressado.

Boa Sorte neste amor.

Mari Amorim disse...

GILBERTO!!!
Parabéns!amigo,Deus me acuda kkk
Boas energias,e grata pelo carinho e amizade,
bjão
Mari

*lua* disse...

"Onde a serpente
Assiste de camarote, domesticada"

Ai ai Gilberto, vc estrangula qualquer infame ímpeto de mantermo-nos indiferentes a teus sentimentos!

Pára mundo ... que eu quero ler-te de novo! Beijo e ótimo FDS!

ValeriaC disse...

Meu amigo..que paixão...que intensidade em seus versos...
O mundo está precisando de mais homens apaixonados assim como voce...
Doce final de semana! Beijos...
Valéria

Graça Pereira disse...

Se o Poema Original...foi assim...valeu a pena a Eva ter pecado!!
Maravilhoso Poema, meu querido!
beijos
Graça

Marilu disse...

Querido amigo, lindo poema. Tenha um excelente final de semana. Beijocas

J@de disse...

Muito bonito!!
Beijos!!

urban.go disse...

Gilberto ... isso é que foi pegar e não largar.
Muito bonito e inspirado. É isso mesmo, quando a inspiração chega, à que fazer dela "gato e sapato" e não facilitar, porque só assim ... se escrevem coisas ...SUBLIMES.
Abraço. :D

SolBarreto disse...

Lindo!
Uma verdadeira declaração de amor!

ROSANA VENTURA disse...

Teu amor e tua inspiração meu amigo, são DIVINOS!!!
bjosssssssss

Cris França disse...

ler-te é encantar-se de novo e de novo e de novo e mil vezes, sem cansar-se de apreciar a forma da tua poesia. bjs mon cher

Rolando disse...

ola. tudo blz? estive por aqui. muito legal. apareça por lá. abraços.

Laura disse...

Coisa mais linda esse poema.

Bjs!