quarta-feira, 5 de maio de 2010

QUANDO FAZEMOS AMOR...


Estamos frente a frente,
Não há como recuar...
(Ninguém quer!!!)

Ela tira a camiseta,
devagar e suave,
E me olha sorrindo,
Debochando do meu desejo.
O zíper da sua saia
Entoa uma canção
(que doce canção!)
e ao seu término,
a magia aparece!

Ela sorri, novamente,
Gosta de debochar
Do meu desejo.

Seu olhar encontra o meu,
Sugestivo,
Excitante,
A sua boca entreaberta,
Nenhuma palavra exclama.
Seus braços se abrem,
E ela deita-se na cama
(Venha! Venha!)
Num apelo amoroso
Muito sensual.

Num instante estou ao seu lado,
Ela é minha maestrina
Que nas notas da música,
A sua musica,
Leva-me a todo lugar!
Viajo ao céu,
pelo paraíso,
 por toda a terra.

Sua língua... Me estremece.
Seu toque... Me queima.
Seu beijo... Me despedaça.

Ah! Eu amo essa mulher
E a quero mais...
Mais...
Cada vez,
Sempre mais...

9 comentários:

Glorinha L de Lion disse...

Gilberto meu querido...ando tão ocupada lá no blog e com meus afazeres que tenho estado em falta contigo meu amigo...mas quando li esse poema...fiquei tranquila...meu amigo está de volta, com força total...lindo e sensual...na medida certa...beijos

Fatima disse...

Ai, ai, Jesus!
Bjs querido.

ROSANA VENTURA disse...

UAUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUU!!!
Isso é que é amor!!!!
Bjos

Gorete . SoLua disse...

Hummm quanto amor e desejo, que seja eterno!

Doce beijo :)

Gilson disse...

Gilberto

Bacana como vc brincou com a sensualidade ligada a música com uma dosagem perfeita.
E vai ao céu, porque o amor é isso mesmo, elas nos conduzem por mil caminhos.

Abs

Cris França disse...

Mon cher

que gostoso é fazer amor quando se ama não?

lindo texto

beijos

lis disse...

Frente a frente ,lado a lado, seja como for.Esse amor é brutal! rs
E contagia.
Abraços

Priscila Rôde disse...

Nossa!
Quanto desejo.. muito desejo em? rs

Intenso!

Vera (Deficiente Ciente) disse...

Espetacular, Gilberto!Sensualíssimo!

Beijos!