domingo, 8 de agosto de 2010

O MUNDO QUE NÃO ACABA NUNCA

A primeira vez que vi o mar foi uma emoção arrebatadora.

Cheguei à frente dele e o fiquei olhando, os olhos se esticando, se esticando, e o fim não chegava nunca, o mar engolia o horizonte se engalfinhava com ele, misturava-se a ele, um tornando-se o outro, o outro tornando-se o um.

Não me fiz de rogado, tirei a camiseta e joguei-a na areia branca, fiquei somente de sunga e corri para as águas que me convidavam para um abraço. Tornei-me criança novamente... Pulava e gritava, cantava loas para a maravilha de estar ali, de sentir a brisa marinha no rosto, a água salgada tocando todo o meu corpo, os pés pisando a areia, o som do mar – que coisa fantástica é o som do mar, as ondas quebrando nas rochas, a maré vindo beijar delicadamente a orla, o sol que se doava generosamente para todos, me senti mais perto de Deus e de todas as coisas, através do mar, do mar...

Sai purificado daí algum tempo e procurei a camiseta que havia atirado na praia e, descobri, que a maré havia levado-a para os confins do oceano. Não fiquei triste, pensei comigo que era um preço razoavelmente barato para pagar pela felicidade que havia recebido gratuitamente.

Olhei para o mar, onde ele beija o horizonte e, em pensamento, numa conversa intima com ele, como se fossemos dois velhos amigos, agradeci por tudo e por todos. Fui-me embora, de sunga mesmo, a casa em que estava era perto e os amigos já me aguardavam para o almoço.

Cheguei ao meu quarto e vi sobre a cama, a minha camiseta que havia deixado na praia. Perguntei para alguém que passava se ele sabia como ela havia chegado até ali e, este alguém me disse que um amigo meu havia trazido para mim...

Sai do quarto e fui para fora, para a rua, de onde podia ver o mar, para agradecer novamente. Olhei para ele fixamente, e com o coração despejei a minha gratidão num sussurro que como uma vaga levada pelo vento alcançou o mar e beijou-o em sua face.

No mar, uma gigantesca onda se formou e veio se quebrar na orla, tocando com seus lábios prateados e sorridentes a praia branca...


... O mar respondia e me convidava para cirandar em suas águas...

24 comentários:

Pat. disse...

O mar é uma das mais belas fontes de inspiração que agrega outras Preciosidades... Encanto teu encontro com ele, é de nunca mais esquecer!

Obrigada por teu carinho e palavras. Adoro imenso o modo como escreves, pois tem cravado na alma Amor que pulsa em tuas palavras...

Beijos

Leca disse...

Gilberto...
Eu adoro...o Mar...
suas águas...
suas ondas...
suas areias...
suas conchas...
até seus caldos...
Beijos
Leca

Manuela Freitas disse...

Olá querido Gil,
Eu e o mar temos uma relação muito íntima, eu sinto por ele um amor muito forte, ele diz que ama o mundo, mas que eu tenho sempre um lugar dentro dele.
Beijinhos,
Manú

T. disse...

Belíssimo texto! Suas palavras são como o mar - calmas e convidativas, belas e infinitas. Simplesmente encantadoras. ^^

Muito obrigada pelas palavras de carinho... Será sempre bem-vindo lá no meu cantinho. Espero poder estar por aqui sempre também. :)

Majoli disse...

Olá Gilberto, vim agradecer tua visita ao Rabiscos e ao chegar aqui fico encantada com sua crônica sobre a primeira vez em que vistes o mar.

Visualizei cada palavra dita por ti, a sensação é como se pudesse ouvir as ondas a se quebrarem na beira da praia.

E sobre a camiseta, pensei em algo mágico, adoro sonhar.

Muito lindo.

Beijos com carinho, que bom teres deixado rastros, assim pude te ler.

Marliborges disse...

Olá Gilberto,
Ah, o mar...
Aquela imensidão é algo fascinante e arrebatador. E sinto que, adentrando em oração, ele nos purifica e nos acolhe num abraço protetor. Eu também amo o mar.
Gostei muito de suas palavras. Bjsssss

Marilu disse...

Querido amigo, o mar vem inspirando poetas desde a mais remota antiguidade, e continua a encantar. Basta olharmos para ele que sentimos a força de Deus..Tenha uma linda semana...Beijocas

ValeriaC disse...

Que adorável texto....amei ver o encanto do mar...um encontro fascinante...
Tenha uma feliz semana amigo!
beijinhos...
Valéria

ROSANA VENTURA disse...

Falar do mar é meu assunto predileto!
Como boa carioca que sou amooooooooooo o mar. Hoje, aqui em Sampa, longe dele..a saudade bate, e qdo o vejo de novo, é como se o estivesse vendo sempre pela primeira vez...
Ai que coisa mais bonita de ler!
bjosssssssss

Fatima disse...

Ah o mar!
Como é forte a relação do homem com o mar!
Bjs meu doce e querido amigo.

Anna disse...

O Mar é mesmo muito inspirador.
Parabéns pelo poema,muito lindo.

ELIANA-Coisas Boas da Vida disse...

ADORO CONHECER OS LUGARES ATRAVÉS DAS PESSOAS !
AGORA MESMO VI O MAR PELA PRIMEIRA VEZ SENTI SEU CHEIRO,SUAS ONDAS,SUA ÁGUA FRESQUINHA,AREIA NOS PÉS TUDO ISSO AGORA COM SUAS PALAVRAS SUA NARRAÇÃO!
LINDO DEMAIS FIQUEI ENCANTADA!
BEIJO

Cris França disse...

a mar...

Cria disse...

PER FEI TO ! Beijos, poeta amigo, obrigada por tua doce presença.

Gorete . SoLua disse...

Mar é a inspiração, é a liberdade...

Belo post!

Sonhadora disse...

Meu querido amigo
Um belo texto, o mar nos arrebata e nos faz sentir tão pequenos.
Adorei.
Obrigada pelo carinho de sempre.

Beijinhos
Sonhadora

claudete disse...

Bela e inspiradora crônica Gilberto, minha relação com o Mar ainda é inexplicável...Perco-me na observação do horizonte...sinto-me tragada pelas ondas...Ao mesmo tempo que me atrai me apavora..Sem noção...
Um dia descubro a causa desta inquietação. Abraços.Se és pai uma feliz noite depois de um belo dia.

*lua* disse...

Só grande almas conseguem conversar com o mar, ou melhor, conseguem ouvir sua resposta ... e tú conseguiu além de ouví-lo nos transmitir esse momento ou um pouquinho dele através de teu generoso sentimento! Gilberto obrigada por teu carinho de sempre, ele é sempre necessário! beijo bem grande!

:: Mari :: disse...

Ah Gilber
Emocionante teu encontro com o mar. Pena que meu encontro com ele, não tenha sido tão belo quanto o seu, mas deixa pra lá, um dia a gente faz as pazes quem sabe.

Obrigada pelas lindas palavras que sempre dixa no meu tic tac. Adoro sempre.

Bjos

lis disse...

saudades de voce Gilberto
faz um tmpinho que nao venho ler suas poesias, seus textos.Absoluta falta de tempo, andamos por todos os lados e nem sempre estamos em todos os lugares rs
belo mar que voce viu , assim como o meu.
abraços pra uma boa semana

Mahria disse...

Se eu te contar, você jura não conta pra ninguém como vi o mar pela primeira vez...
Eu gritei pela janela do ônibus de excursão que andava com amigos.
Já no chão de frente pra ele (o mar) quando a onda vinha, eu corria para trás rsrs


Bjs
Mah

Valéria Sorohan disse...

É sempre bom, de vez em quando passar por aqui e tirar os pés do chão. Adoro o mar e tudo o que ele inspira.

BeijooO*

legalmente loira... disse...

bom dia gilberto, O teu blog faz-me sentir muito bem. Cada post é como uma flecha, bem fundo. Para além da poesia, a forma como seleccionas cada ilustração / imagem demonstra um profundo amor por aquilo que fazes, para além de uma sensibilidade à flor da pele.
Amo cada detalhe desse blog.
com carinho e bjos.

♥.•:****-franciete-****:•.♥ disse...

________(¯`: ´¯)▓▓)
_______(¯ `•.\|/.•´¯)
____(▓(¯ `•.⋐(█)⋑.•´¯)▓▓)
____(▓▓(_.•´/|\`•._)▓▓▓▓▓)
____(▓▓▓▓(_.:._)▓▓▓▓▓▓▓▓)
_(▓▓▓▓▓_▌▌_▓▓(¯`:´¯)▓▓▓▓▓)
_(▓▓▓▓__▌▌_(¯ `•.\|/.•´¯)▓▓▓)
__(▓▓____▌(¯ `•.⋐(█)⋑.•´¯)▓)
___(▓▓___▌▌▓(_.•´/|\`•._)▓)
____(▓___▌▌▓▓ (_.:._)_▓)
_______(▒❤▒) _____ (▒❤▒)
_____(▒❤▒▒❤▒)__(▒❤▒▒❤▒)
___(▒❤▒▒▒▒❤▒)(▒❤▒▒▒▒❤▒)
__(▒❤▒▒▒▒▒▒▒❤ ▒▒▒▒▒▒❤▒)
__(▒❤▒▒▒▒▒▒ ❤▒▒▒▒▒▒❤▒)❤
___(▒❤▒▒▒▒▒▒❤ ▒▒▒▒▒▒❤▒)
____(▒❤▒▒▒▒▒▒▒▒❤▒▒▒▒) ❤
______(▒❤▒▒▒▒❤▒▒▒▒❤▒)
________(▒❤▒▒▒ ❤▒▒❤▒)
__________(▒❤▒▒▒❤▒▒)
_____________(▒❤▒▒)
_______________(▒)Eu sou como o jardineiro
todos os dias rega suas florinhas para que elas brilhem e deixem seu perfume em nosso coração.