quinta-feira, 15 de abril de 2010

ETERNO RETORNO

Eu sempre retorno...
Ainda que as marés me levem para a distância,
E que a distância seja uma fada linda e graciosa
Que me convida para abraços e beijos
Desesperados de paixão,
Eu sempre retorno...
Retorno porque és meu porto seguro,
És meu cais, meu ancoradouro,
Meu sul, meu norte,
Minha alvorada e meu pôr-do-sol.
Tudo em mim é passageiro,
Efêmero como uma sensação fútil,
E fúteis são todos os meus desejos
Que não desgarram de você.
Eu sempre retorno...
Acredite...
Eu sempre retorno...
É mais forte que eu,
Que estes desejos súbitos de distância,
De buscar, de perambular,
De conhecer...
Porque tudo se torna tão tolo, depois,
Depois que todas as coisas acontecem
Dentro da distância e de sua ausência.
Todas as jornadas me levam até você,
E, de tudo o que busquei,
De tudo o que conheci,
Mais aprendi,
É perto de você que quero estar.
Por isso mesmo, meu amor,
É que eu sempre retorno...

8 comentários:

Fatima disse...

Lindodimaisdaconta!
Posso reclamar da sua falta, mesmo sabendo o motivo? Possso? Posso?
Heim amigomeuzinhoqueeugostotanto!
Bjs.

Priscila Rôde disse...

Dando voltas no mesmo coração...

Lindo!


Saudades! ;)

Olavo disse...

Preciso enviar este poema para uma pessoa.
Abraços

Nize Louzan disse...

LINDO!!
É sempre assim......

Glorinha L de Lion disse...

Também posso reclamar igual à Fatiminha? Não sei o motivo, mas estamos todos saudosos amigo! Volta logo, vai! E, como sempre, uma flecha direto no coração...lindo demais...
beijinhos.

Cris França disse...

Gil

sensível, poético e maravilhoso
a imagem então está perfeita

só vc cria poemas assim
adoro

beijos

ROSANA VENTURA disse...

Lembrei-me de uma frase cujo autor eu desconheço, mais ou menos assim:
" MEU CORAÇÃO EMBORA FINJA FAZER MIL VIAGENS , FICA BATENDO PARADO NA MESMA ESTAÇÃO..."
E aproveitando a deixa de outros comentáriosrsrsr TAMBÉM POSSO RECLAMAR IGUAL A FATIMA E GLORINHA??? hem? hem? hem???
Tbém não sei o motivo, mas mesmo assim...EU REClAMO..VOLTAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!
bjossssssssss

sezany disse...

VC me fez lembrar de uma: " Se pela força da distancia tu te ausentas, pelo poder q há na saudades voltaras"...
Bjossssss