quarta-feira, 3 de novembro de 2010

TODOS OS SEGREDOS QUE A MADRUGADA CONTA...


Madrugada...
Porque chegas sorrateira e dedicas-me estes segredos todos?
Preferia não sabê-los,
Pois que a ignorância me seria uma benção,
Ao contrário dessa ciência que me amaldiçoa!
Contas-me... Contas-me... então...
Que vistes o corpo dela nu sobre lençóis brancos de cetim,
Sobre uma cama de espinhos visto que se debatia,
Fustigada pela insônia, esta feiticeira.
Contas-me que ela sussurrou ais de desejos
Aos seus ouvidos atentos e todos os delírios despejados
Eram somente meus!
Vistes minha face no olhar dela?
Contas-me que escutou sua voz brotando nos doces
Lábios dela e que ela lambia meu nome
Recolhendo o mel de cada letra que sussurrava!
Digas que vistes seus seios balançarem livres,
Tremendo de desejo e que suas mãos vestiam
Luvas de fantasia que mentiam para seus generosos
Volumes que eram minhas as mãos...
Minhas as mãos que os tocavam...
Contas-me que vistes todas as curvas do corpo dela
Serem abraçadas pelo lençol de cetim,
Doce ilusão que era a minha pele e meu calor
Que a confortavam!


Madrugada...
Porque contas-me tudo isso,
Se não podes levar meu toque, meu carinho,
Meu beijo, meu abraço, meu corpo,
Para ela, ela a quem amo e me dedico?
És fria, madrugada, és fria...
Faça então que ela saiba, oh madrugada,
Assim como contastes estes segredos a mim,
Conta-lhe que todo o homem que há em mim
Deseja e ama toda a mulher que há nela!
Madrugada... parta, vá! Parta!!!
Eu já a sinto perto....
... e vou fazer amor com ela...
... com ela...
... do mesmo jeito que ela...
... do mesmo jeito que ela...

23 comentários:

Regina Laura disse...

Que lindos versos Gilberto!!!
De voar...
Beijo grande

:: Mari :: disse...

Ah Gilberto,

Que lindo!!!!!!

Madrugada... parta, vá! Parta!
Eu já a sinto perto.
e vou fazer amor com ela...
com ela
do mesmo jeito que ela
do mesmo jeito que ela...

Meu querido quanta inspiração...
Quando digo que você é meu poeta, não é clichê e nem amolação é VERDADE!!!

Parabéns!!!

Bjos

De tudo um pouco disse...

Perefeito

madrugada...amor...devaneios...


beijocas

Loisane

Sonhadora disse...

Meu querido

É na madrugada que os desejos andam à solta.
Lindo e sensual,adorei

Beijinhos
Sonhadora

ROSANA VENTURA disse...

Madrugada
Sonhos
DEvaneios
amor...
é muita cisa boa ao mesmo tempo!
Lindooooooooo!
bjosssssssss

Marilu disse...

Querido amigo,nas madrugadas tudo fica mais suave, mais doce, mais sensual...o amor se faz com mais intensidade. Lindo demais...Beijocas

*lua* disse...

"Conta-lhe que todo o homem que há em mim. Deseja e ama toda a mulher que há nela!"

Esse romance desmedido, que mora em teu coração, coloca em simples frases, todo o complexo sentimento que sonhamos viver. Fazer amor com o outro, somente com as armas do amor que bate em nosso peito, mesmo em madrugada fria. (Suspiro). Beijo Gilberto

Cris França disse...

eu desejo que todas as tuas madrugadas falem de amor.

estou maravilhada com o teu texto

bjs

ValeriaC disse...

Gilberto meu querido amigo...poeta divino... simplesmente maravilhoso seu poema... amei!
Beijos...
Valéria

SolBarreto disse...

Lindo!
Adorei teu poema...me fez voltar a um passado tão distante do qual nem sei se um dia participei...um passado de grandes poetas,como Shakespeare.
Isso seu poema me lembrou essa epoca!
ADOREI!!

Fatima disse...

Bjs meu poeta preferido!

Graça Pereira disse...

Será a madrugada mentirosa? Terá contado o que não viu e nem ouviu?
Não! A madrugada é a hora bendita do começo de todas as coisas...
A feiticeira espera por ti, ardendo num aroma de violetas nocturnas para consolidar o que ela sonhava.
A madrugada é boa mensageira...Ela parte enquanto tu te purificas na espera, como se recomeçasses já, cingido de sonho e de amor!
Beijo
Graça

Manuela Freitas disse...

Que maravilhoso poema Gil, gostei muito! Como as tuas palavras são quentes e suaves!...
Beijinhos,
Manú

Dois Rios disse...

Oi, Gilberto!

Primeiramente quero me desculpar pela demora em retribuir a sua gentil e carinhosa visita. É que sempre entre um post e outro dedico um tanto de dias a uma ampla e necessária hibernação, rs...
===
O seu texto é muito bonito! Retrata de uma forma bela e poética toda a angústia que a madrugada deposita no nosso peito, quando rasga o silêncio e grita a ausência de um amor.

Beijo,
Inês

Cria disse...

Grandiosamente belo ! Beijos, poeta amigo.

PRECIOSA disse...

Madrugada, companheira dos amantes
Madrugada, inspiração dos apaixonados.
Lindo poema!

Desejo a ti poeta, um final de semana regado de muito amor.
Abraços carinhoso
Preciosa Maria

claudete disse...

doce e enlevada luxúria que sensibiliza e estimula os sentidos e cativa com doçura os que transitam nos teus enebriantes versos...puro deleite...assim vista a madrugada torna-se bela! Parabéns Gilberto! Beijos.

Gilson disse...

Madrugada de muitos sonhos, de planos e de segredos........madrugada

Abs

Sheila S.S. disse...

Olá, Gilberto!!! Tem um selinho para ti, lá no meu blog. Grande abraço.

Carla disse...

Quanta sensibilidade !
Adorei !
Parabéns !
Abraços ...
Sucesso ...

URBAN.GO disse...

A madrugada é a mãe de todos os desejos, de todas as paixões. De todos os poetas amados ou mal amados, de todos os sonhos.
A solidão que dela emana transborda amor e loucura insana. Mas ... sejamos então uns insanos apaixonados, sejamos então vida, e luar.Madrugada há madrugada ...

Muito bom amigo, está aí um grande poeta.
Abraço.

Mayra Di Manno disse...

Querido Gilberto,
Tem um presente lá no meu blog para você;
Espero que goste!
Um beijo,

Regina Laura disse...

Oi Gilberto, sou mais uma que está passando por aqui para lhe oferecer um pequeno presente no post de amanhã.
Beijo