quinta-feira, 11 de novembro de 2010

O VIOLEIRO


Eih, seu violeiro!
Vamos arranhe esse violão
E tire dele...
Uma bela canção!
Que fale de amor,
Das glórias desse sentimento,
Dessa emoção.
Solte de seus dedos mágicos
Uma balada romântica,
Faça-nos a todos viajar,
Através de tua inspiração.
Que encanto que possuis, violeiro!
Quanta magia em tua canção!
Ela toca as pessoas,
Veja só nossos olhos,
Você nos pegou pelo coração.


Eih, seu violeiro!
Vamos arranhe esse violão,
E tire dele
Uma bela canção...


... Que fale de amor!
... Que fale de paixão!


Vamos seu violeiro!
Arranhe esse violão....



Ilustração: Quadro de Pablo Picasso

7 comentários:

ELIANA-Coisas Boas da Vida disse...

UM VIOLEIRO REALMENTE TEM DEDOS MÁGICOS QUANDO DEDILHA LINDAS MÚSICAS EM SUA VIOLA!
COMO VC QUANDO ESCREVE SUAS POESIAS E TEXTOS MARAVILHOSOS!
BEIJO

Sonhadora disse...

Meu querido amigo

Lindo poema...muito musical e inspirado.

Deixo um beijinho
Sonhadora

Cris França disse...

Oi Gil

sabe, eu sempre quis saber tocar algo, violão, teclado, mas não tenho o dom.

Deixo para o violeiro tocar a canção e espero poder tocar as pessoas pela amizade.

bjs no coração e parabéns andas com a sensibilidade afinadíssima, tocando nossos corações com poesia.

:: Mari :: disse...

Oh Gilberto,

Só você, através desse belissimo texto fez saltar aqui no peito a mais bela canção de amor... Hoje estamos comemorando aniversário de amor.
Intenso e pleno que só quem tem esse sentimento sabe compor.

A lindeza da tua escrita é sem tamanho!

Bjos

SolBarreto disse...

Adorei!
Que fale de amor...
Que fale de paixao...
E tudo lindo aqui!
Deixei um agrado pra você em meu Blog,claro se você quiser...
http://palavraspelocaminho.blogspot.com/2010/11/selinhos.html

Fatima disse...

Nada como ouvir um violeiro!!!
Bjs

URBAN.GO disse...

Bonito hein "violeiro"!
Gostei muito.
Em relação ao quadro, sabias que o Picasso pintou ou melhor, desenhou num papel este personagem que viu bêbado na rua e pediu uma viola a um amigo que com ele saía dum bar, para compor o tema?
Ainda hoje há quem reclame o "seu" quadro.
Abraço, fica bem.