domingo, 19 de dezembro de 2010

À QUEM BUSCA POEMAS...

Se tu procuras em mim um homem que seja
ambicioso, peço-te, afaste-te de mim!
Porque não sou assim... não sou assim...
Não vejo a vida pelo orifício desta cornucópia
Enxergando lucros e vantagens financeiras
Em toda a parte que deita o olhar.
Meus olhos se voltam para outra direção
Onde o sol brilha gratuito,
Meus ouvidos desconhecem o tilintar das moedas,
Sabe de cor o canto dos pássaros e dos aedos
Que vivem cantando odes no meio dos caminhos.
Tenho uma ganância domesticada por
Uma encantada fada que pousou sua delicada
Mão sobre o meu ombro e disse-me:


- Viverás pela poesia... pela poesia...


Sou isso e nada mais!
Sou canto, sou prosa, sou rima, sou verso e
Sou o inverso da própria rima, sou poesia.
Procuro um sorriso ao me levantar
E com um Graças a Deus me deito,
Sou esquecido de moedas,
E por elas não acendo velas.
A terra recebe meus passos
E nada sei sobre propriedade disso e daquilo,
Tudo de terra que será realmente meu
Serão os sete palmos na derradeira hora,
Quando os meus sonhos se levantarem todos
E alçarem vôo abandonando-me à própria sorte!
Isso! Isso eu tenho demais: sonhos!
E tenho também alguns poemas que ainda são meus
Pois que não os deixei nel mezzo del cammin
Pois, assim que os depositar nas diferentes estações
E forem eles colhidos como flores do campo,
Não serão mais meus,
Serão de todo o povo que os querem e os sentem.
Não procuro riquezas materiais para mim,
Não possuo a matéria nem mecanismos para isso,
E não me interessa.
Toda a riqueza que almejo é a de dias,
A de fé no Criador,
E a certeza de que sempre
Quando o sol me abençoar com um beijo nos lábios
De seu primeiro raio ousado e fujão,
A poesia nasça em mim,
Plena e fresca feito fruta colhida no pé,
Para que possa viver através dela,
Para que possa viver por ela.


Entendi que a vida na verdade,
Vai muito além do ajuntar,
Quero saber compartilhar!
Que fique assim, definitivamente!
Procures em mim poesia e,
Se tiveres este olhar verdadeiramente em ti
Saberá apreciar a vida em seu lirismo,
Saberá amar sem medidas...
Pois que quando se ama,
Não se procura medidas e tamanhos,
Procura-se poemas em versos e na vida,
E um novo jeito de recitá-los, todos os dias!

19 comentários:

Pat. disse...

Quando se ama aceita-se a simplicidade da vida e dos dias, porque tudo de maravilhoso está em simplesmente ser, e não, ter.

Que lindo Gil, adorei imenso tuas palavras!

Deixo um beijo com todo carinho.

Marilu disse...

As festas natalinas chegaram e mais do que nunca é hora de falarmos de paz, de vivermos em plenitude a mensagem de Cristo; Natal é sinônimo de família, de união de aproximação das pessoas,e quando essas pessoas se sentem próximas é sinal que o sentido do Natal se realizou. Tenha um lindo e abençoado Natal. Beijocas

Carla disse...

Que lindo Gilberto!!
Quanto desprendimento.
Parabéns !

Beijos

ValeriaC disse...

Querido, que poema divino...com toda certeza, seus versos são verdadeiras preciosidades...

Tenha um Feliz Natal amigo...beijinhos
Valéria

Mari Amorim disse...

Olá amigo,que coisa linda!a vida é feita de escolhas,que bom que a sua foi o amor.
Espero que encontre a verdadeira felicidade.
Desejo a você um Natal feliz e um Ano Novo,cheio de oportunidades.Obrigada por ter compartilhado,sua amizade comigo.
Boas energias,os 365 dias de 2011
Mari

Colecionadora de Silêncios disse...

Gilberto, poeta querido! :)
Que poema autobiográfico maravilhoso!!! Um dos mais lindos que já li! Parabéns! tanto pela construção do poema quanto pela pessoa maravilhosa que vc é!

Aproveito e deixo aqui o meu desejo de que vc tenha um natal maravilhoso, cheio de paz e alegria junto aos seus! :)

Abraço!

Cria disse...

Um texto de rara beleza, parabéns, amigo poeta ! Beijo e o desejo de um Natal FELIZ.

legalmente loira... disse...

querido amigo,
bom dia!!
saudades grandonas eu prometo que volto.
adorei seu carinho.
beijos...
adorei o poema divino.....

Regina disse...

Querido Gilberto,

Também eu concebo a vida sob este mesmo olhar... Enxergar o que está nas entrelinhas, valorizando sentimentos, valores e essências, muito mais que este materialismo fútil e barato que se tornou comum por aí, infelizmente...

Que a poesia da vida nunca deixe de nos encantar porque é por meio dela que encontramos a verdadeira razão para viver!

Deixo aqui meu carinho e votos de um Natal cheio de amor, harmonia e muita alegria à você e toda sua família!!

Obrigada pela amizade de sempre...

Um grande beijo!!

Glorinha L de Lion disse...

Lindo, amigo GIlberto...ando sumida, me perdoe, mas a vida não dá tempo pra visitar todos os amigos, mas te desejo Paz e Bem!
Que o Natal e o Ano Novo sejam motivo de reunião e alegria!
Que continuemos juntos em 2011!
Grande beijo,

:: Mari :: disse...

Amigo querido,

Passando pra desejar um lindo, iluminado e abençoado Natal a você e sua familia.

Boas Festas!

Um grande beijo.

Rolando disse...

ola. estive por aqui. gostei. parabens. apareça por la. abraços.

legalmente loira... disse...

querido amigo,
"Que neste Natal
Aquela magia toda guardada durante todo o ano
Venha presente nos corações daqueles que festejam o amor.

Que não apenas seja uma comemoração,
Mas um início para uma nova geração.

O Natal simboliza nova vida,
Pois nele comemoramos o nascimento do Homem
Que modificou a nossa maneira de ver o mundo.
Trazendo-nos amor e esperança.

Que neste natal sejam confraternizados todos os desejos
De um mundo melhor.

Que todos estabeleçam um novo vigor de humanidade.
E que nada seja mais forte do que a união
Daqueles que brindam o afeto entre eles."

Feliz Natal
COM CARINHO DA LOIRA....

ELIANA-Coisas Boas da Vida disse...

QUERIDO GILBERTO
VENHO LHE DESEJAR UM NATAL PLENO DE AMOR E FELICIDADE!
BEIJO

Cris França disse...

Feliz natal Gilberto! Muito amor e muita poesia na sua vida. bjs

claudete disse...

Gilberto foi um prazer imenso te conhecer. Te desejo um Ano Novo pleno de coisas bonitas e que possamos dar continuidade a esta teia virtual.BJS.

Curiosa disse...

que bela reflexão, querido ....
pensar assim é chagar à maturidade da alma ...
beijos pra vc ...
aproveito para te desejar um ótimo 2011 ... beijos

Marilu disse...

Mais um ano está chegando ao fim, e na beleza das noites iluminadas, os sonhos de muitos corações se preparam para a viagem à procura de suas realizações, que ocorrerá durante todo o ano vindouro.
A mesma ocorreu no ano que por hora se finda.
Sonhos saíram, alguns já voltaram sorrindo e outros, de mãos vazias, aguardam a chegada do novo ano, para seguir numa nova busca
E quando a meia-noite trouxer o Novo Ano para o mundo e os fogos de artifício anunciarem a sua chegada, nossos sonhos sairão por aí...
Que Deus tome a frente e que nas noites sem luar, as estrelas brilhem mais forte, iluminando o longo caminho.
Que no próximo ano possamos continuar a ser amigos e esperarmos juntos a chegada dos nossos sonhos que partiram, comemorando com imensas taças de amizade verdadeira a vinda e a realização de cada um.
FELIZ ANO NOVO.....FELIZ 2011

Beijocas

Gilson disse...

Gilberto

Fantástica poesia. Intensa e verdadeira aos extremos.

Feliz 2011.

Abs