quinta-feira, 29 de julho de 2010

SEU SILÊNCIO

Cerquei-me de ignorância,
Meu escudo protetor,
Vejo o que quero ver,
Escuto o que quero escutar.
Seu silêncio,
Posso até entendê-lo
Mas prefiro...
Nem o notar.


A verdade tem que
Ser a minha,
Não importa a realidade
Diferente,
É nisso que estou a me
Segurar!!!


Ao ouvir a minha voz,
Agora tão distante,
Não perca um instante:


Diga, sim!!!
Diga, não!!!


Responda-a, então!
Ataque-me com violência,
Ou abrace-me com emoção,
Mas não o silêncio,
Isso machucaria demais....
Não suportaria jamais....

22 comentários:

G I L B E R T O disse...

Post Scriptun:

Poesia já muito antiga e que nunca havia sido publicada aqui ou em qualquer outro espaço.

De vez em quando, gosto de revisitar meus cadernos antigos para ver antigos poemas, antigas fases, antigos estilos...

... O passado não deve nunca entupir nosso presente, este deve sim ser enchido com futuro, no entanto, o passado deve ser uma luz para orientar nossos passos rumo ao desconhecido futuro!

Filosofia demais!
Grato por vossa visita, minha amiga, meu amigo, sempre e sempre!

Deus te abençoe!

Patrícia Lara disse...

Gilberto, meu querido, que poema lindo!

O silêncio é sim terrível! Temível! Mas, às vezes, é o que fala mais ao coração.

Bela postagem!
E é bom ler antigos escritos... tudo é parte da gente, né? Não importa o tempo.

Beijo carinhoso!
Patrícia Lara

ValeriaC disse...

Gilberto querido poeta....lindas palavras, apesar de nos remeter a uma certa tristeza...sei que dizem que o silêncio é de ouro...mas este tipo de silêncio a que se refere o poema é terrível...o sinto como indiferença...dói demais...
Doce noite amigo...
Beijo
Valéria

ELIANA-Coisas Boas da Vida disse...

ACHO TUDO QUE ESCREVES MUITO
LINDO E CHEIO DE EMOÇÃO!
GOSTO DEMAIS!
BEIJO

HSLO disse...

Fazia uns meses que não passava por aqui...tanta coisa boa..viu.
Estava com um problema em meu blog..mas já estou de volta.

abraços

Hugo

Sil.. disse...

Gilberto, TUDOOOO esse seu texto.

Nada me corta mais, fereeeee mais, sangra mais, dói e maltrata mais do que isso:
O Silêncio.

Dizem que o silêncio as vezes fala mais. Não no meu caso.
Eu sou daquelas que precisam OUVIR.

Um abraço enorme!!!!

SolBarreto disse...

Linda tua poesia...
Tem momentos em que o silencio machuca, constrange, apavora...mas tem momentos em que ele é melhor que qualquer palavra!
Eu acho que passado presente e futuro estao todos meio ligados...entao acho sim que vale juntar tudo em alguns momentos...o passado nao nos deixa esquecer de onde viemos e por onde caminhamos...o presente e nosso momento de agora, e o futuro...bem esse e todo sonho, podemos molda lo como quisermos...

Marilu disse...

Querido amigo, não acho que o silêncio é de ouro, tem vezes que o silêncio grita muito alto...Beijocas

Cris França disse...

o silêncio fere, mas não todos, somos indiferentes a alguns tipos de silêncio, apenas o silêncio daqueles a quem amamos é que podem realmente nos machucar.

lindo texto

bjs

*lua* disse...

O Silêncio em ar de amor, torna-se a linguagem dos anjos, porém esse mesmo silêncio no ar de dúvidas, torna-se oportunista para cochichos maldosos ao nosso ouvido ... Por isso, corra para seus sonhos, é bem mais seguro para vc e seu amor!!! Beijo

Vanessa Souza Moraes disse...

Silêncio é adaga afiada.

Priscila Rôde disse...

Aprecio o silêncio, confesso. Aprecio muito mesmo!

Um beijo, Queridíssimo!!!!!

URBAN.GO disse...

De facto o silêncio "machuca" de mais, talvez seja por emitir uma espécie de ... delicado som??
Abraço, gostei muito do post.

Chá das Cinco disse...

Vim agradecer a tua visita e concordar com você quanto a saga, também não sou fã, apenas tentei entender a causa desse reboliço literario.
Aproveitando a oportunidade falei o que penso sobre os romanticos.

Eu sigo o teu blog justamente por isso,senti que daqui sairia opiniões sinceras.
Não se desculpe, gosto muito da verdade.

Beijos
Gemãria Sampaio

Sophi (para os íntimos) disse...

Cá estou para cultivar o que cativei!!rs...
Muito obrigada pelo comentário carinhoso no meu blog Gilberto,fico realmente feliz que através dele estou tendo oportunidade de conhecer pessoas de qualidade como você.
Me deparar com teu blog foi muito bom,lindos poemas,que sensibilidade ímpar!
As vezes o silencio se faz necessário,ou não?rs...
Adorei demais teus versos,estarei em teu rastro sem dúvida.
Mais uma vez muitíssimo obrigada,me sinto lisongeada,feliz e honrada!

Grande abraço

Sophi

ROSANA VENTURA disse...

... e o pior silencio que existe é aquele que fala, e fala alto ao coração...

Lindo demais!

bjossssssss

ErikaH Azzevedo disse...

O silencio omissor é faca transpassada, dói igual..o silencio que cala atitudes que deverias ser tomadas e calam palavras que precisam ser ouvidas é dilacerante igual.

LIndo teu poema.

Sempre que me visitas venho aqui, mas não sei o que comentar, hj sim,finalmente consegui.

Luz e paz, serenidade pra superar o momento menino...é o que te desejo.

Monte de beijos

Erikah

ErikaH Azzevedo disse...

Ô meu querido,
Agora identifiquei a tua visita no meu blog Adoce, e te agradeço imensamente o carinho...sinto-me devendo mais tempo meu para contigo e em breve pago-te tá.

Bjos

Erikah

Glorinha L de Lion disse...

Gilberto meu amigo. Ando tão sumida! Sei que ando e vim aqui me redimir! Mas vc tb anda, então acho que estou perdoada não é?
Como escreves bonito meu amigo...andava com saudades de vir aqui te ler e me encantar com teus versos e palavras. Grande, enorme bj.

Fátima disse...

Ser ignorado e com certeza uma das grandes frustações.

Beijos

Gorete . SoLua disse...

Silencio é um ponto de interrogação. Não sabemos se é um SIM ou NÃO!

Doces beijos :)

Anônimo disse...

ler todo o blog, muito bom