quinta-feira, 1 de julho de 2010

POESIA PERDIDA

Nós perdemos a poesia.
Ela foi engolida por algo maior que nós.
Não sei quando aconteceu.
Pegou-nos num momento de distração.
Para onde foram os cânticos de pássaros?
As trocas de rosas, os olhares cruzados sugestivamente,
Os pores-do-sol?
Tudo foi engolido, desapareceu.


Nós perdemos a poesia.
Perceba como tudo é artificial e superficial agora.
Os arrepios de nossas peles já não trazem a mesma canção.
O mel de nossos lábios sumiu... Esquecemos o sabor,
Só lembramos da volúpia da carne.


Nós perdemos a poesia, essa é a verdade.
Nossas palavras atestam isso.
Não falamos mais das cores e sim das formas.
Deixamos de ver conteúdos para avaliar capas.
Cadê o brilho dos olhos?
Os sorrisos brincando na ponta dos lábios?
Os sentimentos? Cadê?


Nós perdemos, meu amor...
Nós perdemos a poesia!


... E sem ela, querida! Tudo é tão banal...

23 comentários:

Priscila Rôde disse...

Encontre - a! Pelo amor de Deus! O que há de ser da vida sem a poesia? O que há de ser do amor?

Um beijo, Querido.

Sonhadora disse...

Meu querido amigo
Um belo poema, muito verdade.


Nós perdemos, meu amor...
Nós perdemos a poesia!

Este pequeno verso fala tanto.

Beijinhos
Sonhadora

Chica disse...

E ela deve ser reencontrada...

Está em tudo, pertinho de nós sempre...

Basta olhar com, olhos atentos...

Linda e inspirada poesia!
abração,chica

Eliana Pessoa disse...

linda poesia sempre escrevendo o que sente, a poesia existira sempre em pessoas como vc!
beijo

Patrícia Lara disse...

Olá, Gilberto.

Encontrei seu blog por meio do blog da Priscila. Gostei muito dos seus escritos.

De fato, a vida sem poesia é nada... mero descontentamento.

Abraço,
Patrícia Lara

SolBarreto disse...

As vezes perdemos a poesia, e nem nos damos conta...
Mas jamais devemos desistir de procura la pois e ela que nos da o encanto de viver!

legalmente loira... disse...

Olá Gilberto,
adorei te receber...
linda sua pagina.
vou te seguir e gostaria de ter a honra de você estar comigo.
este olhar de gato encanta.
lindo seu poema.
não podemos viver sem das varias citações uma dentro da outra.
encaixe perfeito.
linda noite com bjos.

lis disse...

Ah Gilberto
encontro poesia aqui nas suas palavras, nos seus gestos , no seu carinho .
Os poetas sobrevivem , confiemos!

abraços

Cris França disse...

que a poesia nunca se perca
e que a gente nunca esqueça
que sem ela a vida nem vale a pena

beijos meu amigo

Mari Amorim disse...

gostei muito,parabéns!
excelente final de semana,
Boas energias,
Mari

Celso Andrade disse...

O que posso dizer? Sem poesia, amor vida, perderiamos a adrenalina e assim perderiamos o mais exencial...


abraço

celso

:: Mari :: disse...

Lindo Poema!

Aí de nós sem poesia, é uma vida sem sentido, paixão sem amor,
é tudo sem nada...

É nós sem essas belezuras que você escreve... Escreve com maestria!!!

Bjos

Por toda minha Vida disse...

Lindo este poema.
Muito obrigada, pelo comentário. Estou vendo que e interagir é mesmo muito bom, desejo um ótimo fim de semana. Repleto de paz e harmonia.
Muito obrigada.
Renata

legalmente loira... disse...

Olá Gilberto,
tem que ser encontrada urgente.
um completa o outro.lindo poema....
lindo fim de semana.
bjos.

Marilu disse...

Amigo Gilberto, venho agradecer a visita no Devaneios, seja sempre muito bem vindo. Teu blog é encantador...Tenha um lindo final de semana....Beijocas (tomei a liberdade de seguí-lo)

legalmente loira... disse...

gilberto querido,
fique a vontade no meu espaço
quanto ao que sente.
ele é livre e você sempre muito bem vindo.
bjos.

♥.•:****-franciete-****:•.♥ disse...

Meu querido amigo, há um ditado que diz quando a esmola é grande o pobre desconfia.
Pois tudo isto porquê, porque tenho tido algumas pessoas, e muitos amigos de algum tempo, que me fazem gentilezas do que escrevo, mas o seu elogio me deixou um pouco a bater sem resposta, fico feliz pelo seu comentário mas confesso que há por ai poemas bem mais bonitos do que os meus.
Então e o que dizer de sua escrita que é fascinante? Cheia de conteúdo!
essa sim é maravilhosa, mas como gostos não se discutem fico feliz por ter gostado.
Lhe desejo um santo e feliz domingo e grata pela sua visita, seja sempre bem vindo.

Filomena disse...

Gilberto,

Poema cheio de verdades este.
Fez-me lembrar uma frase do livro "O petit Prince", " os homens já não cultivam flores"


Temos que reinventar a poesia .


Vou ver melhor os seus blogs, parecem-me muito lindos

Mila disse...

Adorei a poesia Gilberto!
Todos os nossos sentido devem ser explorados na poesia, grafados de forma deliciosa...mas o exagero nos faz perder a essência poética.
Bjs meu lindo
Mila Lo,
pes

PS: Obrigado pela visita, estarei te seguindo e acompanhando seu espaço.

Bia Maia disse...

A Poesia se perdeu de nós...a poesia saiu correndo....ela não se encaixa mais neste mundo louco de hoje, onde tudo é descartável, onde não há mais o amor à moda antiga, onde já não se caminha mais de mãos dadas,onde já não se ama incondicionalmente...

Cabe então a cada um de nós, achá-la, chamá-la de volta...pois lhe garanto que a vida sem ela não tem a menor graça...

Adorei sua visita lá em meu blog, onde só vale se OLHAR DENTRO DOS OLHOS...

*"Acredito que os olhos são fracos, se enganam com facilidade. Não quero mais acreditar em meus olhos, não aprecio mesmo as formas, interessa-me os conteúdos."...lINDO ISTO, VIU?


um beijo e passo a lhe seguir!

Bia

Vozes de Minha Alma disse...

Meu amigo poeta, lindo texto, e sublimes palavras.
Então, vamos resgatar a poesia que anda tão mal tratada e judiada.
Por aqui, o que senti e o que pude ver, foram palavras oriundas de um coração amoroso e senível, estou errado?

ROSANA VENTURA disse...

Ah Não!
Pode tratar de procura-la!
Não da, sem poesia, não da!!!
Logo ,logo, eu sei voce vai encontra-la e desta vez, ve se não a perca!
rsrsrs
Bjossssssssssss

ROSANA VENTURA disse...
Este comentário foi removido pelo autor.