quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

EU NÃO TE CONHEÇO DE AGORA!


Eu não te conheço de agora!
Ainda que tua face me seja um segredo,
Um doce segredo a ser desvendado,
Tu não me és estranha.
Eu te conheço do inicio dos tempos,
Desde o primeiro momento
Que o olhar de um homem
Pousou sobre o primeiro corpo de mulher.
Meu sorriso agora para você,
Carrega a mesma surpresa deliciosa
Do primeiro sorriso de um homem para uma mulher.
Vês este meu suspiro profundo,
Este êxtase prolongado,
Este olhar apaixonado,
Este divagar distante.
Tudo isso já foi meu – e teu!
No inicio de todas as coisas,
No inicio dos tempos,
No primeiro dia que um homem viu uma mulher!
Eu não te conheço de agora!
Sei tudo sobre você,
Tudo o que é mais importante.
Sei que gosta de flores,
E que se delicias com o pôr-do-sol.
A brisa que envolve o teu corpo,
Arrepia-te e tu fechas os olhos
Para deliciar-te com essa sensação.
Sei que tu amas a poesia,
A de estrofes e belas rimas,
E a poesia da vida
Que colore a felicidade com plenas cores.
Eu não te conheço de agora!
Eu te amo agora!
Eu te amei ontem!
E vou te amar dentro do amanhã
E para todo o sempre...

12 comentários:

Priscila Rôde disse...

Gilberto, obrigada por voltar. Estava com saudades dos seus textos e comentários, são especiais. Este, não foi diferente, tirou - me o ar de tão lindo.

Um beijo enorme.

HSLO disse...

O amor é pra sempre.

Lindo esse texto amigo,



abraços


Hugo

Fatima disse...

Tô com sodade do cê!
Bjs.

Cris França disse...

que lindo! como sempre...bjs

Glorinha disse...

Ai Gilberto, estou toda arrepiada...lindo, sensível e apaixonado como sempre...
Por onde andavas meu amigo? O computador ainda não está bom? Estamos todas sentindo falta da tua poesia.
Grande beijo.

ROSANA VENTURA disse...

...Algumas coisas são para sempre...e eu acredito cegamente que o AMOR é uma delas!
Ando sentindo falta de sua visita!
Lindo texto!

Regina disse...

Querido Gilberto,

Que lindo isso!! Fez lembrar-me daquele filme "Nunca te vi, sempre te amei..."

Um belíssimo filme, assim como esta tua poesia...

Um beijo!!

Manuela Freitas disse...

Olá Gil,
Estive a ler o que escreveste depois da avaria do computador. Escreves sempre muito bem e com muita sensibilidade.
Bjs «amore»,
Manuela

Valéria disse...

Gostaria tanto de acreditar nisso...que o amor é para sempre! se não for pelo, menos na poesia ele encanta.

BeijooO'

Mari Amorim disse...

Olá Gilberto,
Passei para deixar-lhe um abraço,
e um bom feriadão.
Excelente post!
O dom da palavra
da escrita, da leitura,
dádiva divina
criação, criatura,
Boas energias,
Mari

Maria das Graças disse...

Gilberto,
que lindo e sensível texto.
Adorei.

Um ótimo carnaval.

Um grande abraço.

Deficiente Ciente disse...

Lindo texto!!

Beleza e sensibilidade estão sempre incorporadas aos seus textos, Gilberto!!

Concordo com a Regina! Realmente lembra o filme "Nunca te vi, sempre te amei..."

Uma ótima semana para você!

Beijos
Vera