domingo, 22 de julho de 2012

CRÔNICA PARA OS QUE FORAM ANTES...



Algum tempo atrás estávamos juntos e éramos todos.
Hoje, vários se foram, e somos apenas alguns que se juntaram aos que chegaram e seguimos nesta trilha cheia de espinhos e algumas flores em que seguimos.
Hoje amanheci com saudades de todos eles.
Lembrei de alguns rostos, de alguns sonhos, de algumas obras, lembrei dos sorrisos e dos desejos que se foram com eles todos quando eles partiram.
As flores sobre os quais se deitaram murcharam pela força do tempo.
O próprio tempo apagou suas faces de algumas memórias e seus nomes repousam escritos friamente numa lápide em concreto.
E, deles, tudo o que ficou foi devorado pelos vermes.
Mas, em meu coração e em muitos outros ainda resiste essa memória doce que agora me assalta e encanta com uma saudade que acaricia meu sentimento.
Não se tem como atestar verdades nestas questões que envolvem o desconhecido, fica-me a impressão de que eles acertaram em suas existências já que as lembranças deles ainda me anima.
Se me vissem agora, veriam que uma lágrima escapa do meu rosto.
Por gentileza, não sintam compaixão por ela, por nada e por tudo, já que esta lágrima não testemunha dores ou sofrimentos, é apenas uma homenagem que sai gritada do meu coração saudoso por todos eles, todos eles que foram antes... que foram antes...

Um dia nós fomos todos.
Hoje somos apenas alguns.
Nosso lugar, assim como os do que se foram, serão tomados por outros.
E a vida seguirá sempre seu ciclo.
Uns se erguendo exuberantes e belos.
Outros caindo pois que seu tempo passou.
Mas dentro de toda a mentira que existe, pois viver é uma mentira, a verdade que abre seus longos e fortes braços sobre nós é que um dia partiremos todos.
E, no dia em que eu partir, que tudo o que tenha feito seja capaz de encher apenas uma memória, que seja suficiente para a maior de todas as verdades, erguer-me sob a mão do Senhor.
Que todos que se foram antes, estejam assim!
Amém!
Parto! Mas ainda estou por aqui...

3 comentários:

Regina disse...

Querido Gilberto,

Que texto emocionante, sensível, verdadeiro... expressa o que eu sinto / tenho sentido também...

Beijos..

Marilu disse...

Querido amigo Gilberto,

Tenha um lindo e abençoado final de
semana.
Beijocas

URBAN.GO disse...

Um dia nós fomos todos ...

Adorei!
Bonito post, muito interior muito pessoal.
Parabéns!
Abraço, fica bem.