terça-feira, 19 de julho de 2011

PELAS ESTAÇÕES DA VIDA


Quero que saibas como eu sou
Para que entendas o mundo que represento.
Todos nós somos um universo,
Cada qual com suas próprias considerações,
E um vasto arsenal de particularidades.
Somos o que somos,
E tudo o que somos é resultado
Desta fórmula pouco comum,
Que junta nossos desejos com o destino,
Que junta nossas idiossincrasias
Com as minúcias que formam o outro.
Convergir tudo isso para um caminho comum,
É a grande matemática da vida,
Coisas têm de ser perdidas no trajeto,
Coisas têm de ser adquiridas no trajeto,
E tudo misturado dentro da gente.
Ás vezes dá certo,
E segue-se junto para todo o sempre.
Ás vezes não dá,
E vamos ficando pelo caminho
Nas muitas estações que se oferecem.


Eu poderei, algum dia,
Ficar em uma dessas estações.
E quando o teu trem partir
E teu rosto ficar colado na janela
Olhando para trás
E para tudo o que poderia ter sido,
Quero que vás com minha benção,
E tente na próxima parada
Encontrar para ti
O que eu não consegui ser para você.
Não te condenarei pelo que não fostes para mim.
Não haverá culpas entre nós,
Não percamos tempo em busca de culpados,
Busquemos a felicidade em outros rostos,
Porque a vida é curta
E não dá para ficar, para sempre,
Lamentando o passado.


Eu ficarei aqui, perdido numa estação fria,
Seguirei meu curso e tentarei ser feliz.
Mas quero que saibas que
Todas as noites,
Antes de me deitar,
Eu me lembrarei de você
E de seu corpo quente e branco.
Sentirei um arrepio de prazer
Ao lembrar-me das noites que fizemos amor,
E, em um breve instante,
Como se domando a vontade do destino,
Estarei contigo novamente.


E, se em algum lugar,
Voce pensar em mim dessa forma.
Lembrar-se de minha mão tocando teu corpo,
Os arrepios em sua pele sugerindo paixão.
A gente vai estar junto novamente...


Quem sabe,
Numa próxima estação,
A gente não se encontre de novo...


... E tudo pode ser diferente!

5 comentários:

Mayra Di Manno disse...

Ola Nel,
Você sempre consegue me surpreender com esse tipo de poesia.
Linda demais... Uma pessoa parte da nossa vida mas sempre deixa grandes recordações que lembraremos para sempre, não há como esquecer ou fingir.
Um beijo, meu caro.

Fatima disse...

Abençoados os que possuem amigos, os que os têm sem pedir.
Porque amigo não se pede, não se compra, nem se vende.
Amigo a gente sente!

Benditos os que sofrem por amigos, os que falam com o olhar.
Porque amigo não se cala, não questiona, nem se rende.
Amigo a gente entende!

Benditos os que guardam amigos, os que entregam o ombro pra chorar.
Porque amigo sofre e chora.
Amigo não tem hora pra consolar!

Benditos sejam os amigos que acreditam na tua verdade ou te apontam a realidade.
Porque amigo é a direção.
Amigo é a base quando falta o chão!

Benditos sejam todos os amigos de raízes, verdadeiros.
Porque amigos são herdeiros da real sagacidade.
Ter amigos é a melhor cumplicidade!

Feliz dia do amigo!

Bjs.

ROSANA VENTURA disse...

"...Quero que saibas quem eu sou para que entendas o mundo que represento..."
Nossa que intenso...lindo, perfeito!
saudades daqui!
bjossssssssssss
Feliz dia do Amigo!

URBAN.GO disse...

Belo texto meu amigo, muito belo!
As estações da vida ...
As recordações na vida ...
Gostei muito.
Aquele abraço.

Cria disse...

Sempre bom estar aqui e te ler ! Meu carinho e o desejo de uma semana feliz.